18 março 2009



"O Amor é a nossa alma a desatar. A desatar a correr atrás do que não sabe, não apanha, não larga, não compreende."



O gajo é mesmo bom, embora se ache o Fernando Pessoa deste século!!!
E eu, lambo os lábios depois de ler isto...



25 fevereiro 2009

Esta é a razão da minha dor...


"O valor das coisas não está no tempo que elas duram, 
mas na intensidade com que acontecem. 
Por isso, existem momentos inesquecíveis, 
coisas inexplicáveis 
e pessoas incomparáveis."

(Fernando Pessoa)




24 fevereiro 2009

17 fevereiro 2009

14 fevereiro 2009


Está nas mãos dele, o sonho que há muito quer realizar e nós queremos ver realizado. O Tuga está carente de revistas boas e bonitas nas bancas e só uma, já nos consolava! Queremos uma K deste século, algo da Vanity Fair à Portuguesa com os devidos descontos, um pedaço de Interview XL dos anos 70, com cheirinho a papel de jornal, muito de Time, pouco de Time Out, nada de Focus, uma piscadela de World of Interiors, um gosto de Preguiça com cheirinho a  Jamie Oliver e também que nos diga onde estão os melhores Chiringuitos. Queremos um bocadinho de cada uma e chame-lhe o que quiser. Já não nos interessa o nome. Seja Kátia Vanessa ou Sónia Elizabete qualquer nome cairá nas nossas graças. Olhe, chame-lhe Possidónio ou qualquer coisinha, mas chame rápido e ponha nas bancas depressa, depressinha!



A minha vontade de fazer sushi em casa começou pela pesquisa de vídeos como este e na compra dum ou de outro livro. O mini-robot vem a caminho, os pauzinhos, tacinhas, pratinhos, mantêm-se estacionados nos armários e vêm-se desejados pela estreia, há que anos. Não satisfeita, ontem dei por mim a encomendar facas de porcelana do mais alto calibre. Arroz japonês, vinagre, wasabi e gengibre já criaram caruncho não importa que há um super aqui ao lado. Hoje só me falta o raio do peixe que o pescador prometido tarda em trazer. Está sol, tempo primaveril e mar calmo. Esperamos? 
Amanhã encontram-me a sakêssacar talvez à beira-mar...


12 fevereiro 2009



Sentir saudade é sentir presente alguém que está ausente?


Parabéns Mummy, hoje continua a ser dia de festa cá em casa. Só nos falta a voz, as gargalhadas, o olhar, a alegria, os beijos, o carinho, as histórias sábias, o amor...


11 fevereiro 2009



não preciso de nada,

observar é um prazer




raramente necessito,

mas comprar é uma viciação



e chego à conclusão,

que nada é preciso!


10 fevereiro 2009



Sonhava com ela todos os dias, procurava-a insistentemente no Google, rezava aos santinhos para ser como ela, desejava uma casa nova cheia de gavetas, armários, estantes e com o máximo de aproveitamento do meu espaço. Queria um anjo caído do céu que me salvasse do stress. Algo que me tratasse da desordem. Alguém que tornasse a minha vida mais fácil. Hoje finalmente encontrei-a e estou aliviada só por saber que existe e é pagável. Vou ter T.P.C.'s por muitas semanas!!!


07 fevereiro 2009

Manias




Com a mania das arrumações e de guardar tudo o que seja proveniente da pasta de papel fico com vontade de dar uma 'volta' a esta casa. 
Vejo revistas e revistas, as que compro e não compro, vou ao Ikea, visito os armazéns Becara em Madrid e não encontro solução para guardar as centenas de revistas que colecciono desde 'teenager'. 
Começando na 100's Idées dos meus tempos do 'Patchwork' e merdices, para fazer uns trocos que a vida nessa altura não era tão facilitada como a dos putos de hoje, à Premiére francesa de há 30 anos, a Interview quando era King Size, as Elle Decóration desde o 1º número, a World of Interiors sempre que havia dinheiro para a comprar, a Coté Sud que assinava e ainda compro, tenho de tudo. Tudinho mesmo. 
Nos tempos de vacas carregadas de leite, não me escapava nada. Nem as K que ainda guardo e já não sei onde param. Deve ser doença. Sou uma 'revistómaníaca', portanto. 
Vou-me deliciando com uns blogues que encontro, específicos para o meu problema. Como não devo ser a única maníaca na blogosfera partilho um que gosto especialmente. São dezenas e dezenas de estantes ao nosso dispor



Andrew Wyeth
1912-2009





Site aqui
Andrew Wyeth's Bed, 1965 de Alfred Eisenstaedt

28 janeiro 2009



Andei eu toda uma vida a fazer e manter amizades para em 2 dias encontrar aqui quase 60 amigos. Não há direito, que trabalheira!




ps1: Não percam tempo! Na minha pesquisa encontram meninas do mais alto calibre. 
ps2: Mas por que raio me fui lembrar deste 'nickname' para o blogue???
ps3: Haverá algum 'facemeter'?

24 janeiro 2009

a propósito de vacas


Também há baleias na residência Saldanha



Alguém se lembra do '90',  de metal com íman ou em autocolante que era obrigatório colocar na traseira do carro quando se tinha carta há menos de 1 ano e não podíamos ultrapassar essa velocidade porque éramos inexperientes na condução??? Então...


Cada vez há mais homens 90!!!


23 janeiro 2009


Ainda nem vi os próximos episódios e já me apetece estar em S. Tomé

Aliás já me apetece há mais de 20 anos... Mas isso, só eu sei porquê!



Diabos me levem, mas isto é uma boa notícia!!!




Duplos Parabéns João, porque "um dia em que não se aprende nada é um dia perdido"!!!


22 janeiro 2009


Finou a G9 no fim de 2008.


Virá a G10 no ano 2009!






Já devia saber que ao comprar gadgets apreciados por todos os elementos da família corria um grande risco. Valha-me este gadget! Existe alguma compacta melhor que a G9? Sim, a G10! E existe algum gadget melhor que a Bimby? Nunca!

21 janeiro 2009

3/4 de caras



Tinha ficado com a pulga atrás da orelha quando ela anunciava à blogosfera que aquilo era 'muita giro'. Eu já tinha recebido uns convites e pensava precisamente o mesmo: mais uma espécie de hi5, só podia. Não deixa de o ser. É igualzinho, mas para pessoal da velha guarda. Agora começo a compreender a minha filha. Deveras viciante. Andei por ali horas a fio a deliciar-me com amigos já desamigados, caras conhecidas de há 25 anos que usam um género de photoshop nas fotos a 3/4 como anti-rugas duma vida e que se mostram amigos de muitos amigos que nunca o foram.
Apesar de um comportamento quase adolescente reconheço uma excitação em rever amigos que perdi o rasto, dar de caras com fotografias minhas aos 18 anos e sem o querer ver-me de tenrinha idade, alguma ingenuidade e muita rebeldia exposta aos olhos de todos os "faceboqueiros" (amigos dos meus amigos que nem amigos são). Descubro uma amiga Americana que não vejo há mais de 17 anos, entro na vida privada de conhecidos como se de irmãos se tratassem, esbarro-me com nomes pomposos, vejo que todos são amigos e não há cá rivalidades nem bairrismos como era noutros tempos. Meus "amigos": basta um click, aceitar e tornamo-nos "foreverfriends"! Muito In. Muito divertido. Muito giro. Muito mexeriqueiro. E muito viciante, é o que é. Toda a razão, Sofia!



06 janeiro 2009

ebtg

(clicar para estontear)


São bolas senhor, são bolas o que vemos quando entramos no site
E 'enter lá', que vale a pena!

05 janeiro 2009

Light


Abominando ingredientes de consoada como caras e sopas e sabendo que pelo mesmo preço se  come um excelente sushi confeccionado com peixe de alto calibre mais fresco que qualquer bacalhau quer-se menos volumosa e mais ágil. Pode querer dizer elegante, tendo em conta a idade, mas farta de sentir volumezinhos fora do perímetro normal das t-shirts entra no ano a apetecer-lhe dias de calor, acompanhados de comida mediterrânica, exigindo saladas com oitenta por cento de verde alface, dez de branco leitoso, outros dez de verde garrafa e estipulando umas passeatas pós jantar para digerir aquilo que não é indigesto. Procura sessões de hipnose para se abster do vício que a priva doutros prazeres e carece de um mini curso para melhorar o mau feitio. Quer-se light em tudo. Precisa de ajuda. Assunto sério.



04 janeiro 2009


Fui à terra e voltei hoje. Fui sem tempo para desejar, aos que gostam deste espaço e o visitam, umas boas festas. Achei que o conseguiria fazer lá da província, mas não. Faltei aos festejos natalícios da blogosfera e tenho dezenas, senão centenas, de posts para ler, ver, adivinhar e comentar. As minhas desculpas, por isso. Vou ali ao Google Reader seleccionar alguns blogs preferidos e voltarei. Adoro o termo "ir à terra" mas tenho sérias dúvidas se lá ir compensa.