15 janeiro 2007

O meu MAIOR e MELHOR amigo


Ele é, e sempre foi o meu maior amigo, o namorado (ex) da minha irmã que nasceu primeiro, o meu “irmão” mais velho, o padrinho da minha única filha, o meu pai (desde que o verdadeiro se foi…), um dos meus amores platónicos (têm-se muitos na adolescência, verdade?).
Ele é ainda o meu protector, o meu ai-jesus para tudo, aquele que me safa em todas as situações (técnicas e espirituais), o meu “poder superior”…
Trata-me muito bem, como já deu para entender, e não cobra.
Ainda é aquele que gostaria de já me ter comido e “por supuesto”, não o fez!
Ah, aí está!!! (a razão do post).
Não o fez, mas terá sido por mim ou por ele???
Diz ele muitas vezes, com segurança:
- Um dia, ainda vais ao castigo!!!

Castigo, qual? VEREMOS!!!
I love You FG forever and everything!!!





(se ele soubesse deste post e blog incluído, é que me levava ao castigo).


5 comentários:

asdrubal tudo bem disse...

deixa estar que eu sei quem ele é vou-lhe contar do blog e assim acaba-se o teu problema de tesão.

migvic disse...

Como é o ditado ?

Tantas vezes vai o cântaro á fonte que um dia parte-se todo aos bocados e quem tem culpa dessa merda ?

...se não é assim é parecido

antídoto disse...

Pois... a porra é que, muitas vezes, entra o sexo e perde-se o que se tinha de especial com essa pessoa. Mas quem não arrisca...

Mize disse...

Dá-me lá o endereço do amiguinho. Como quem não quer a coisa falo-lhe da curiosidade da gata e pimba resolvo o vosso problema.
E mai nada... acrescento mais um ponto na caixa das boas acções ;-)
Beijinhos

Patrícia disse...

Eheheh... a história já teve novos episódios? ;D